Erro
  • JHTMLBehavior::framework not supported.
"Get the Flash Player" "to see this gallery."

 

DICAS 
Câmbio Automático: Como usar o overdrive

O overdrive (identificado pela sigla O/D) do câmbio automático de diversos modelos, entre eles o Corolla, nada mais é que a quarta marcha. Mantê-lo em uso significa que o câmbio pode usar todas as marchas à frente; se for desativado, apenas as três marchas inferiores serão escolhidas. O botão menor na lateral da alavanca serve para tirá-lo de ação, ato indicado no painel pela luz-piloto O/D Off (desligado). O modo padrão, portanto, é de overdrive ativo.
É possível dirigir o carro em toda situação sem desativar o overdrive. No entanto, há momentos em que tirar a quarta marcha de ação pode ser útil: por exemplo, em certas subidas de serra, em que o câmbio pode alternar entre terceira e quarta repetidamente, conforme a velocidade e a pressão no acelerador. Ou em uma descida, em que manter a terceira marcha gera algum freio-motor e poupa os freios do veículo. Esqueça as ultrapassagens: quando o motorista exige mais aceleração, o câmbio reduz as marchas tanto quanto necessário, não importando se o overdrive está ou não ativo. Na cidade, deixar a quarta de lado pode facilitar a redução da velocidade antes de um semáforo ou lombada, por exemplo, já que o câmbio do Corolla tende a passar à última marcha quando se tira o pé do acelerador. Algumas caixas modernas, como as das francesas Peugeot, Citroën e Renault, interpretam que o motorista deseja freio-motor e retêm, ou mesmo reduzem, marchas nessa condição. Quanto às posições 2 e L da alavanca, correspondem à segunda e à primeira marchas, na ordem, e devem ser usadas apenas para conter a velocidade em descidas íngremes. Não é preciso acioná-las no uso normal, na cidade ou na estrada.

Transmissão Automática

Poucos sabem mas, a transmissão automática necessita de manutenção preventiva periódica como:Verificação do nível do óleo de transmissão (com o veículo funcionando);Troca de óleo seguindo as instruções recomendadas pelo fabricante do veículo (verificar manual do proprietário);A não observância desses cuidados com seu veículo, poderá acarretar desgastes precoces no conjunto da transmissão, gerando despesas que  deveriam ser evitadas.

Medidas Corretivas

O proprietário do veículo automático ao observar qualquer anomalia na transmissão, deve procurar imediatamente um profissional qualificado, para azer um diagnóstico o mais rápido possível, evitando assim, que o problema se agrave, tendo em vista que isto ocorre muito rapidamente.

Qual tipo de Fuído devo usar na Transmissão Automática?

As transmissões automáticas usam um tipo especial de óleo, o Fluído para Transmissão Automática. Este fluído tem várias tarefas a cumprir como: lubrificação, resfriamento e aplicação para os discos.O fluído também faz a conexão entre o motor e a transmissão através do conversor de torque. Ele funciona como uma cola entre os discos e possibilita, assim, uma fricção maior, melhorando a dirigibilidade do veículo.Por isso que a manutenção do fluído é tão importante.Existem vários tipos de fluídos, cada um para um tipo de transmissão.

Antes de trocá-lo consulte-nos !

A PRONTOMATIC, SE PREOCUPA COM SEU VEÍCULO.